quinta-feira, novembro 16

Manipulação dos Media sobre Celibato

Imprensa manipula comunicado do Vaticano

Ontem e hoje, tem vindo a publico na imprensa escrita e audiovisual que o Papa convocou os cardeais da Igreja para discutir a questão do celibato. Mais uma vez, infelizmente, já nos vamos habituando a este comportamento.
A reunião NÃO É PARA SE TRATAR DA QUESTÃO DO CELIBATO. A imprensa está a gerar expectativas na opinião pública querendo-a fazer crer que desta reunião irá sair alguma alteração a esta lei da Igreja. Éticamente e profissionalmente isto é REPROVÁVEL, FALTA DE PROFISSIONALISMO E POTENCIAR UMA DECLARADA OPOSIÇÃO À IGREJA.
As pessoas, seguindo as impressões (propositadamente ou não!) erradas dos Media, esperam que desta reunião surja alguma alteração a esta lei da Igreja, como se em apenas um dia se resolvesse toda a questão envolvida neste âmbito do celibato! Como pouco ou nada irá mudar neste aspecto irão acusar a Igreja de continuar a ser ainda mais retrógada, antiquada e desligada dos problemas actuais. Esperem só para ver! É uma estratégia já antiga e que se não for desmascarada continua a gerar polémica à volta desta questão... mais umas "fofocas" para ocupar páginas de jornal e tempos televisivos e noticiosos.

Eis o comunicado oficial da Santa Sé (avalie por si mesm@ o que aqui é comunicado e o tratamento que fazem os Media):

CHEFES DO DICASTÉRIO EXAMINAM SITUAÇÃO DO ARCEBISPO MILINGO

CIUDAD DEL VATICANO, 14 NOV 2006 - A Sala de Imprensa da Santa Sé emitiu à ultima hora da tarde de ontem o seguinte comunicado:

" O Santo Padre convocou para quinta feira 16 de Novembro uma reunião com os chefes dos dicastérios da Cúria romana para examinar a situação que foi criada depois da desobediência do Arcebispo Emmanuel Milingo e para reflectir sobre as petições de dispensa da obrigação do celibato bem como os pedidos de readmissão ao ministério sacerdotal apresentados por sacerdotes casados durante os últimos anos. Na ordem do dia não se prevêm outros argumentos".

(Infelizmente o comunicado só está disponivel em espanhol, inglês, francês e italiano. Clique nas linguas para ver o original.)

Os pontos são claros e em nenhum lugar se fala de reflectir sobre a obrigação ou não do celibato para os sacerdotes; fala-se nos seguintes pontos:

1 - em reflectir no que fazer diante da situação das ordenações que fez Milingo "à revelia" da Igreja de homens casados;
2 - de avaliar os pedidos de padres que pedem para ser dispensados de exercer o ministério e poder casar (algo que se faz desde sempre na Igreja);
3 - de avaliar os pedidos de padres que entretanto deixaram de exercer e se casaram e querem voltar a exercer o ministério;

Mais se acrescenta expressamente que não se prevêm outros assuntos na reunião, pelo que é falta de ética jornalistica acrescentar à falsa fé outras questões, levantando expectativas que depois serão defraudadas.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home