sexta-feira, março 10

Da Etiópia para Israel


VAI, VIVE E FAZ-TE

Mais de 35 mil etíopes foram levados para Israel entre 1981 e 1991 em operações sucessivas de pontes aéreas. São falachas, judeus negros que viviam na serra de Simien, no Norte da Etiópia, durante séculos. Chamam-se a eles próprios «Beta Esrael», a Casa de Israel.«Vai e Vive» - «Va, Vis et Deviens» na versão original – apresenta no grande ecrã o drama épico vivido pelos falachas desde o início da viagem até à (des)integração em Israel. Fá-lo através da odisseia do pequeno Schlomo. Os horrores da viagem, as dificuldades de adaptação, o medo, a desconfiança, o racismo, os conflitos de identidade – muitos dos evacudos, como Schlomo eram, de facto, cristãos que se fizeram passar por falachas para escaparem à fome – o conflito israelo-árabe, o amor, a saudade num arco de 20 anos.Um filme denso, cheio de beleza, mas também de dor e violência, que retrata o ambiente cénico e multicultural da Etiópia, a sonoridade do amárico, as suas danças e maneirismos, a beleza impar das suas gentes.O filme é realizado por Radu Mihaileanu, «um judeu que fala romeno com sotaque francês e francês com sotaque romeno.»O desempenho de Yael Abecassis, uma safardita francesa e mãe adoptiva de Schlomo, é simplesmente deslumbrante.O filme está em exibição no King Triplex.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home