sábado, abril 29

As Faces da Violência IV

Continuamos a nossa abordagem às várias formas de violência que acontecem no mundo: não é só o terrorismo!
Criminalidade
Falta a segurança em algumas cidades. Quando cai a noite, todos se recolhem em suas casas, fecham bem as portas e ligam os alarmes.
À noite, o crime anda à solta. Arrombam-se montras para roubar produtos caros, porque é necessário arranjar dinheiro para a dose diária de droga. Não que sejam só os toxicodependentes os únicos "amigos nocturnos do alheio". Infelizmente, são-no na sua maioria. De dia, também sentem a criminalidade os que são cercados por algum desconhecido que rouba o telemóvel e o dinheiro.
Segundo estudos publicados no mês de Março 2005 pelo Observatório da Imigração, os estrangeiros parecem ser mais "amigos do alheio" do que os portugueses. Mas também se diz que eles são mais descriminados nas penas imputadas em tribunal do que nós portugueses.
Ainda segundo outros estudos em meados de 2005, a criminalidade contra pessoas, contra o património e a sociedade baixou 10%. As quedas mais significativas estão nos crimes de homicídio, roubo com arma de fogo e nos furtos em carros e de carros.
Mas o furto de carteiras em plena rua e a estabelecimentos comerciais aumentaram. Portanto...
Infelizmente, todos podemos ser vítimas. É uma outra forma de violência a que estamos sujeitos.

Comentários para Filipe Resende

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home