quinta-feira, fevereiro 7

Quénia: Conselho Segurança para "Diálogo e Reconciliação"

Delegação ONU do Conselho de Segurança para
"Diálogo e Reconciliação" chega a Nairobi


"Acabar imediatamente a violência, travar os ataques com base étnica, desmantelar os grupos armados, melhorar a situação humanitária e restabelecer os direitos humanos": pediu o Conselho de Segurança da ONU, na sua segunda declaração lida ontem pelo presidente em exercício o panamense Ricardo Alberto Arias. Expressando "profunda preocupação para o facto de que, não obstante os esforços acordados no passado dia 1 de Fevereiro (as medidas acordadas por ambas as partes na resolução do actual problema), os civis continuam a ser mortos, ser sujeitos a abusos e obrigados a deixar as suas casas", o Conselho acolheu favoravelmente "o anuncio de progressos nas negociações supervisionadas pelo ex secretario geral da ONU Kofi Annan". Por isso, reafirmaram que "a unica solução para a crise reside no diálogo, no compromisso e na reconciliação" exortando os dirigentes politicos quenianos "a assumir as suas responsabilidades, empenhando-se plenamente na busca de uma solução politica sustentável". Julgando "a situação humanitária como catastrófica" o Conselho pediu ainda garantias "na protecção dos refugiados e deslocados internos" evidenciando ainda "a necessidade de evitar a impunidade dos responsáveis pela violência".

Ban Ki-moon, anunciou ainda ontem que junto com John Holmes, que vai coordenar as operações humanitárias no quénia, estará presente também no quénia por 3 semanas uma delegação do Alto Comissariado para os direitos humanos, liderada por Louise Arbour. Esta comissão irá investigar as denúncias de "graves violações dos direitos humanos cometidos nas ultimas semanas"; na sua acção no terreno nestas semanas, a comissão irá encontrar-se com as vitimas, testemunhos, exponentes do governo e da oposição e da sociedade civil. "A verdade e a reconciliação têm uma importância fundamental para por fim à violência e prevenir mais violência", disse Arbour num comunicado.

Distribuição dos grupos étnicos no Quénia



Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home