quarta-feira, fevereiro 6

Quénia: Ban Ki-Moon sobre a situação no Quénia

Kibaki e Odinga: responsáveis pelo futuro próximo do país

Kibaki e Odinga

Ban Ki-Moon, secretário geral da ONU que recentemente visitou o Quénia, disse hoje num discurso diante do Conselho de Segurança que espera que em breve se ponha termo à situação inaceitável que se está a viver no Quénia, responsabilizando o actual presidente Kibaki e pretenso derrotado nas eleições Odinga do futuro próximo do país.

Anunciou ainda o envio do sub-secretario geral da ONU, John Holmes, para a coordenação do apoio humanitário no país. A actual violência provocou em pouco mais de 1 mês 310 mil refugiados e deslocados em 192 distritos.

Entretanto, da zona do Rift Valley continuam a chegar notícias de confrontos violentos: “Na cidade de Litein a policia abriu fogo sobre um grupo de pessoas que se manifestavam diante duma esquadra da policia: dois dos manifestantes foram mortos", disse à MISNA, Francis Murei, membro da Comissão de Justiça e Paz da diocese de Kericho; na mesma zona, numa floresta, encontraram-se cerca de 20 pessoas mortas com ferimentos de armas de fogo e catanas. fontes locais referiram ainda que "estão em curso violentos confrontos na zona de Kitale, na região de Monte Elgon" na zona oeste do país, onde, por causa de um contestado plano governativo para a distribuição de terra, a população Soy e Ndorobo vinha já tendo tensões e violência desde há uns meses. O conflito politico aguçou a situação depois das eleições de 27 de Dezembro passado.
Fonte: MISNA, 6/2/2008 - 19.02h

Etiquetas: , ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home