terça-feira, maio 30

Carta ao Sr. Primeiro Ministro


Eis aí uma mensagem digna de registo... é pena que o Sr. José Socrates tenha mais que fazer do que ler este blog! Mas aqui vai na mesma!

Caro Sr. Primeiro Ministro.
Venho por meio desta comunicação manifestar o meu total apoio ao seu esforço de modernização do nosso país. Como cidadão comum, não tenho muito mais a oferecer além do meu trabalho, mas já que o tema da moda é a Reforma Tributária, percebi que posso definitivamente contribuir mais.
Vou explicar: na actual legislação, pago na fonte 31% do meu salário (20% para IRS e 11% para a Segurança Social). Como pode ver sou um cidadão afortunado. Cada vez que eu, no supermercado, gasto o que o meu patrão me pagou, o Estado, e muito bem, fica com 21% para si (31% + 21%).
Sou obrigado a concordar que é pouco dinheiro para o governo fazer tudo aquilo que prometeu ao cidadão em tempo de campanha eleitoral. Mas o meu patrão é obrigado a dar ao Estado, e muito bem, 23,75% daquilo que me paga para a Segurança Social. E ainda 33% para o Estado (IRC).
Além disso quando compro um carro, uma casa, herdo um quadro, registo os meus negócios ou peço uma certidão, o Estado, e muito bem, fica com quase metade das verbas envolvidas no caso.
A minha sugestão é invertermos os percentuais. A partir do próximo mês autorizo o Governo a ficar com 100% do meu salário. Funcionaria assim:
Eu fico com 6,75% limpinhos, sem qualquer ónus mas o Governo fica com as contas de: Escola, seguro de saúde, despesas com dentista, remédios, materiais escolares, condomínio, água, telefone, luz, energia, supermercado, gasolina, vestuário, lazer, portagens, cultura, contribuição autárquica, IVA, IRS, IRC, imposto de circulação, segurança social, seguro do carro, inspecção periódica, taxas do lixo, reciclagem, esgotos e saneamento, e todas as outras taxas que nos impinge todos os dias.
Previdência privada e qualquer taxa extra que por ventura seja repentinamente criada por qualquer dos Poderes Executivo e Legislativo Judiciário.
Um abraço ao Sr. Primeiro Ministro e ao Senhor Presidente da República e muito boa sorte, do fundo do meu coração!
PS: podemos até negociar o percentual!!!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home