quinta-feira, julho 27

A ternura do nosso Deus

E disse Deus:
Se ninguém te ama, a minha alegria é amar-te.
Se choras, Eu desejo consolar-te.
Se és fraco, Eu dar-te-ei a minha força e energia.
Se ninguém precisa de ti, Eu preciso.
Se te julgam inútil, Eu não posso prescindir de ti.
Se estás vazio, a minha plenitude te encherá.
Se tens medo, eu levo-te aos ombros.
Se queres caminhar, Eu irei contigo.
Se Me chamas, Eu venho ao teu encontro.
Se te perdes, Eu não descanso até te encontrar.
Se estás cansado, Eu sou o teu descanso.
Se pecas, Eu sou o teu perdão.
Se precisas de Mim, Eu digo-te: estou aqui dentro de ti.
Se andas nas trevas, Eu sou a luz dos teus passos.
Se tens fome, Eu sou para ti o Pão da vida.
Se queres falar comigo, Eu escuto-te sempre.
Se estás preso, Eu vou libertar-te.
Se queres ver o Meu rosto, olha para uma flor,
Para uma fonte, para uma criança.
Se és marginalizado, Eu sou o teu lado.
Se se esquecem de ti, Eu nunca me esqueço.
Se nada tens, tens-me a Mim.
Se meditas no silêncio,
A minha palavra habitará no teu coração.

J. F. Moratiel

1 Comments:

At 02 agosto, 2006 10:31, Anonymous perdida said...

Lindissimo esse texto...cheio de verdade!!Já tive momentos que duvidei dessa ternura...mas o momento era de desespero e revolta por ter perdido uma pessoa muito importante!Agora sei que foi Deus que me deu força para continuar como até aqui!Fique bem e continue a escrever textos tao importantes como esse...Obrigado

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home