quinta-feira, junho 28

Mário Soares - nomedado Presidente da Comissão de Liberdade Religioso


O Conselho de Ministros acabou de anunciar que nomeou Mário Soares para presidir à Comissão de Liberdade Religiosa.

Como é do conhecimento geral dos portugueses, Mário Soares é agnóstico. Declarou-o numa entrevista conduzida pela revista Visão aquando da 1ª volta das últimas eleições presidenciais.

Não podia ficar mais pasmado com tal decisão:

Como pode um homem que NÃO ACREDITA num Deus de nenhuma religião, nem sequer se preocupa com essa problemática, passar a liderar uma comissão que trata de assuntos religiosos?

Como pode um homem que NÃO ACREDITA num Deus de nenhuma religião, insensível às questões religiosas, liderar uma comissão em que o diálogo inter-religioso é o cerne da questão?

Mediante tal cenário, só posso concluir:

Ou é uma forma do governo não querer dar importância às questões religiosas, tratando-as como se fossem todas as religiões o mesmo (incluíndo seitas e movimentos pentecostais), e assim nivelar todos pelo mesmo porque afinal são questões que não importam... (uma atitude constante neste governo que quer definitivamente meter a Igreja na sacristia dizendo-lhe que nada tem a ver com a sociedade!)...

Ou é apenas mais um "tacho" de favor político a custo dos nossos impostos... sim porque estas comissões são compostas por pessoas remuneradas... não vão para lá por gosto pela causa, como é evidente no caso deste senhor agnóstico Mário Soares.


Dá que pensar... afinal para onde vamos?

Etiquetas: ,

6 Comments:

At 28 junho, 2007 22:42, Blogger Marco said...

Mário Soares é uma boa escolha.
Um Republicano, Laico e Socialista, com certeza que será mais imparcial em matéria religiosa do qualquer crente.
Mas ainda falta saber quem são os outros membros da Comissão.

 
At 01 julho, 2007 16:51, Anonymous C. Ferreira Gomes said...

A menos que o Dr. Mário Soares tenha renunciado, o que não me consta, ele é membro da maçonaria.
Esta tem uma influência cada vez maior no Governo Português e nas Instituições da União europeia.
A maçonaria tem combatido asperamente a influência social da Igreja Católica em Portugal. Este seria mais um passo. Até parece ser uma coincidência curiosa: quando tudo se prepara para comemorar os 100 anos da instauração da República em Portugal e se pretende comemorar só a primeira República- a das desordens,da perseguição à igreja, daa bancarrota económica... - e que foi, em boa parte, obra da maçonaria, põem-nos um da laia deles a pretender ensinar a liberdade Religiosa...
Dados certos acontecimentos na família do Sr. Soares, concedamos-lhe para já, o benefício da dúvida. Mas estejamos atentos aos maneios da serpente maçónica!
Ferreira Gomes

 
At 02 julho, 2007 17:06, Anonymous João said...

A escolha de Mário Soares será a escolha certa se este se comportar com um árbitro, um garante dos direitos de todos.
Penso que se apresentar com esta postura não será por ele que a comissão falhará os seus propósitos

 
At 02 julho, 2007 17:06, Anonymous João said...

A escolha de Mário Soares será a escolha certa se este se comportar com um árbitro, um garante dos direitos de todos.
Penso que se apresentar com esta postura não será por ele que a comissão falhará os seus propósitos

 
At 13 julho, 2007 12:09, Blogger sp said...

Eu não acho que seja boa escolha...acho até que se ele estivesse em pleno uso da razão deveria renunciar...como pode um homem como ele que não se importa com nada disso ser o presidente...não será antes sinal daquilo que o governo português tem vindo a fazer??? O problema é que n´so vamos concordando...enquanto calarmos

 
At 18 julho, 2007 19:56, Anonymous GNOSIS said...

Penso que o Sr. Mário Soares terá idade para escrever os seus livros ou as suas memórias!

Laico, mas membro da maçonaria, será que irá pensar bem nos ideais de uma grande parte da população Portuguesa, ou continuar a cuidar da sua fundação?

Ainda que o Governo quisesse colocar um dos seus amigos, talvez tivesse outra pessoa com ideias mais frescas, porque assim não deixará transparecer ter que lhe pagar alguns favores e minimizar os efeitos da derrota das eleições presidenciais?

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home