quarta-feira, junho 13

Ajudem o Darfur!

A pedido do P. Leonel, comboniano do Centro Vocacional Juvenil de Coimbra, aqui vai a sugestão:

O genocídio continua no Darfur. Já se fala numa catástrofe pior do que o Ruanda.
É preciso agir! No terreno temos várias organizações que tentam ser uma gota de água no meio de tanta tragédia. Cá, em Portugal, e um pouco por todo o mundo tentamos ajudar através de campanhas que informem e sensibilizem as pessoas para o que está a acontecer a este povo.
Toda a ajuda é precisa. Em Portugal, ainda estamos no início de uma campanha que visa informar, sensibilizar e fazer com que cada um de nós possa agir em prol dos direitos do povo sudanês. Se tiver ideias ou se se quiser juntar à campanha, basta ir a http://plataformafrica.blogspot.com .

Quando foi a campanha de Timor, no início, a maioria da pessoas não acreditava que se pudesse fazer alguma coisa. Mas fez-se. Ainda ontem, nas comemorações do 10 de Junho, o presidente timorense, Ramos Horta, agradeceu a Portugal por ter contribuído massivamente para que Timor se tornasse numa democracia.

E se fosse connosco? Não gostaríamos, de certeza, que silenciassem o nosso sofrimento.

Saudações
Leonel
Fé e Missão (Missionários Combonianos)

Etiquetas: ,

2 Comments:

At 14 junho, 2007 11:55, Anonymous João said...

A questão no Darfur é muito complicada. Conhecem algum paralelo na história antiga de tal situação? O que foi feito (ou não) para resolver essa situação? Com os meios que hoje temos torna-se mais difícil fechar os olhos a tal situação. Segundo uma pequena e breve pesquisa que fiz pelo Sudão na internet,fiquei a saber que nas regiões mais húmidas do Sudão se produz algodão. Estamos no Verão e as roupas de algodão são muito apropriadas. Porque não comprar roupas cujo algodão seja proveniente do Sudão e que possamos adquirir nas lojas de comércio justo? Acerca disto, consegui encontrar uma marca pioneira no comércio justo em www.maxhavelaarfrance.org
A União Europeia realça também a importância deste tipo de comércio.
Sendo assim, porque não fazer uma compra mais consciente, embora que gastando um pouco mais de euros?!É o preço a pagar por vidas mais dignas. Será que nos vai custar assim tanto e pesar na carteira? Contudo, só devemos dar aquilo que podemos, porque a mais não somos obrigados.
Um abraço

 
At 19 junho, 2007 18:58, Anonymous Rodrigo said...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home