quinta-feira, outubro 13

Car@s Amig@s:

Um abraço desde terras Pökot, Kacheliba – Quénia, Africa!

Partilho convosco uma actividade levada a cabo pelo grupo de Jovens Utrilho. Se puderes participa! Se não puderes, partilha com os teus contactos! Se não puderes partilhar com os teus contactos... REZA por esta realidade!

Um abraço amigo!

Por favor lê o texto que vai abaixo. LÊ – MEDITA – DECIDE – ACTUA!

“O Grupo de Jovens U’Trilho de Nogueira do Cravo, concelho de Oliveira de Azeméis, decidiu colocar em acção a palavra Missão. Está a lançar um projecto intitulado “Um Sonho de Menina” que está directamente relacionado com o trabalho missionário do Pe. Filipe Resende – Missionário Comboniano no Quénia.

PROGRAMA:

Dia 14 de Outubro, sexta-feira – 21:00h – Concerto Solidário – Local: Casa do Cruzeiro de Cesar – “Banda Missio” e “Jovens in Missio”

Dia 15 de Outubro, sábado – 21:00h – Colóquio “Um Sonho de Menina” com a participação especial da Jornalista da TVI Conceição Queiroz – Local: Salão Paroquial de Nogueira do Cravo

Dia 16 de Outubro, domingo – 15:30h – Filme “Flor do Deserto” – Local: Salão Nobre da Junta de Freguesia de Nogueira do Cravo

Dia 14, 15 e 16 de Outubro – Exposição Permanente de Quadros Relacionados com a problemática e a construção da Escola – Local: Salão Nobre da Junta de Freguesia de Nogueira do Cravo

Após tomarmos conhecimento da grave problemática que atinge vários pontos do mundo, inclusive o local de missão do nosso conterrâneo, não pudemos ficar impunes a esta atroz prática cultural/religiosa que é praticada essencialmente por pessoas de culturas africanas, a Mutilação Genital Feminina.

Dado este facto, abraçamos esta causa, mostrando o projecto da construção de uma Escola Secundária Feminina “Holy Trinity Girls Secondary School”. Esta escola surge com o intuito de educar e formar as raparigas de Kacheliba (Pökot Norte – Quénia), para que percebam todas as consequências que advêm desta prática.

Visto isto convidamo-vos a participar no nosso projecto, para que possam perceber esta realidade, e se sinta como parte integrante de uma comunidade activa no combate à mesma. Refira-se ao programa acima apresentado.

Por último, alimenta-se a esperança que a sensação de desconforto que este projecto transmite a cada um de nós se possa metamorfosear em capacidade de pressionar a mudança. Capacidade tão mais desejável quanto maior for o exercício da nossa liberdade e cidadania.

A vossa colaboração na divulgação deste projecto é essencial para o sucesso do mesmo. Assim, agradecemos que, numa primeira fase, divulguem o projecto e, posteriormente, se for do vosso interesse façam uma cobertura do mesmo.

Sem mais de momento, e esperando que amavelmente compareçam e nos apoiem, apresentamos os nossos melhores cumprimentos.

GRUPO DE JOVENS U’TRILHO

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home