quarta-feira, outubro 4

Urgência de Oliveira de Azemeis

MATADOURO É MELHOR!

Pelo que me foi dado entender, o Governo quer levar para a urgência do Hospital da Feira as populações que antes eram acolhidas nos hospitais de Ovar, Espinho e S. João da Madeira.
Daqui deduzo que fecharão essas urgências.
Eu sou natural de Oliveira de Azemeis e, infelizmente, conheço bem as urgências deste hospital devido a situações de doenças de familiares que ali foram enviados. Não conheço as urgências de Ovar nem de Espinho, mas as de S. João da Madeira conheço também pelas mesmas razões. De praticamente qualquer parte do concelho de Oliveira de Azemeis, S. João da Madeira fica sensilvelmente à mesma distancia em tempo e kilometros.
Ora, para as populações do Concelho de Oliveira de Azemeis (20 freguesias!!!) temos uma urgência que, acredite ou não, é um autêntico "matadouro". Não ponho em causa o profissionalismo dos funcionários que ali trabalham. Creio que são até heróis a trabalhar naquelas condições. Ponho sim em causa a qualidade deplorável e o ínfimo e apertadíssimo espaço existente nas urgências deste hospital. Há muitos anos que os vários presidentes prometem obras... há muitos mesmo. Se quer saber mais das condições deploráveis leia aqui algumas noticias do jornal do concelho.
Conhecendo, por outro lado, as urgências do hospital de S. João da Madeira, muito mais amplas, espaçosas, com óptimo acesso tanto para as ambulâncias como para parqueamento de outros veículos dos utentes... questiono-me, sr. Ministro:

PORQUE RAZÃO FECHA AS URGÊNCIAS DE S. JOÃO DA MADEIRA E DEIXA O "MATADOURO" ABERTO?
Confesso que vi hospitais deploráveis em África, mas África é África... Aqui creio que é uma aberração e falta de conhecimento concreto da realidade que leva o Ministério da Saúde a tomar estas medidas. O que é grave! Ou o fazem por desconhecimento (o que leva a crer que o tal mapa de reestruturação das urgências foi feito no gabinete bem espaçoso do Sr. Ministro - o que é grave!) ou o fazem por questões meramente economicistas acima do interesse no bem comum das populações (o que é ainda mais grave e merecedor de demissão de tais funções!).
A discussão pública está aberta durante o mês de Outubro... mas tudo vai ficar na mesma... INFELIZMENTE!

5 Comments:

At 05 outubro, 2006 00:31, Anonymous lurdesfrias said...

Boa Noite!
Quando ontem ouvi a notícia do fecho de urgências em muitos hospitais, cofesso que logo à partida questionei as escolhas, por conhecer alguns deles. O de Oliveira de Azeméis não conheço, mas conheço bem o de Espinho e é um hospital com boas instalações, bons acessos e cobre uma zona bastante grande. Aliás é dos hospitais que não tem listas de espera (para o qual são enviados muitos doentes de Viseu em lista de espera para cirurgias). Assim vai o nosso País e tal como diz o ditado:
"Manda quem pode, obedece quem deve."
Como tal, também acredito que nisto, como em tantas outras coisas, a discussão pública está aberta, mas a decisão já está tomada. Infelizmente, é "O Pão Nosso de cada dia".

 
At 05 outubro, 2006 10:40, Anonymous Liliana said...

Bom Dia!
Concordo com tudo o que diz. Infelizmente o Ministrto da Saúde tem dado mais atenção aos relatórios que ás necessidades reais das pessoas. é necessário cortar nas despesas mas não na saúde o que a saúde precisa é que os recursos sejam melhor administrados.
Já agora uma correcção, é que o concelho de Oliveira de Azeméis tem 19 freguesias e não 20.
Um Abraço de uma conterrânea.

 
At 05 outubro, 2006 21:53, Blogger Filipe Resende said...

Obrigado Lurdes Frias pela actualização das condições do hospital de Espinho. Lá está... os cifrões acima das necessidades dos cidadãos! É, infelizmente, a política social de apoio aos necessitados que temos, i.e., nenhuma! Obrigado!

 
At 05 outubro, 2006 21:57, Blogger Filipe Resende said...

Obrigado Liliana pela correcção do número das freguesias do concelho. Se querem cortar nas despesas, porque não começam por cortar nos "balúrdios" que se gastam nos hospitais e farmácias em medicamentos? Abrem-se caixas e caixas de medicamentos para se administrar apenas metade das doses necessárias para cada doente... mas isso tocaria nos interesses instalados (mais uma vez financeiros!) da indústria farmacêutica... Ter bom senso e não brincar com os pobres seria tão bonito...
Obrigado Liliana e beijinhos!

 
At 31 janeiro, 2008 23:46, Anonymous Anónimo said...

espero que ainda exista este blog e que leia este post, porque quero que tenha orgulho na sua terra... NOVA URGÊNCIA EM OLIVEIRA DE AZEMEIS...
agora já não parece um "matadouro". As novas instalações do SU de O.Azeméis são uma infraestrutura de qualidade onde as condições de atendimento superam qualquer serviço de urgências de toda a região norte do distrito de Aveiro. Isto, aliado à excelente equipa de profissionais do Hospital de S. Miguel , de certeza que garantirá uma melhor saúde para
as populações do concelho. Venha à sua terra e regozije-se...
MUITA SAÚDE

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home