quarta-feira, agosto 2

Uganda: Rebeldes pedem cessar-fogo

O líder rebelde ugandês, Joseph Kony, na sua primeira conferência de imprensa em 20 anos de guerra no Uganda, pediu ao governo Ugandês um cessar-fogo, base para então se debater um acordo de paz.

Segundo a BBC Africa, o líder rebelde do Exército Rebelde do Senhor (LRA - Lord's Resistance Army), negou as acusações de ter forçado crianças e adolescentes para lutar nas suas tropas contra o governo bem como os alegados crimes de guerra de que é acusado.

As negocições de paz estão a ser efectuadas na República Democrática do Congo, país para onde o conflito alastrou além fronteiras. O Sul Sudão está também afectado por este conflito.

O governo autónomo do Sul do Sudão tem também um interesse activo para que estas negociações tenham sucesso. Caso este acordo de paz tenha êxito e a revolução termine, o governo sul sudanês terá condições de maior estabilidade.

Milhares de civis já morreram neste conflito desde o seu começo, há 20 anos atrás. Mais de um milhão de pessoas tiveram que fugir das suas casas e aldeias devido a este conflito no norte do Uganda.

Terá a comunidade internacional também interesse pela paz neste cantinho de África? Terão os media internacionais espaço para noticiar estes pequenos passos para uma paz efectiva? Talvez não interesse aos senhores da guerra... as armas têm de ter saída!

Rezemos para que estes esforços tenham sucesso!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home