sexta-feira, abril 20

O malvado negócio dos medicamentos

Os medicamentos são, desde sempre, um meio de ajudar as pessoas. Pois saiba que hoje no mundo o (malvado) negócio dos medicamentos é um meio de explorar muitos seres humanos, onde os seus direitos humanos não são respeitados. Desde a exploração da mão de obra barata nos grandes países produtores (China, Tailânida, etc), até às coibaias humanas usadas para testar os medicamentos em África. Por exemplo em Nairobi, Quénia, eu próprio testemunhei que as mães grávidas dos bairros de lata de Kibera foram usadas como cobaias para testar um medicamento porque o era mais barato do que fazê-lo em laboratório numa fase em que ainda não era seguro testá-lo em humanos (veja-se ainda o filme "O Fiél Jardineiro" que retrata e conta esta realidade).

Um paradoxo
A Organização Mundial da Saúde (OMS), o Banco Mundial (BM) e as organizações não governamentais de desenvolvimento promovem a aproximação entre os direitos humanos e as estratégias para a redução da pobreza e o desenvolvimento da saúde.
No entanto ...
Os direitos à saúde não estão presentes na situação global de hoje, onde populações inteiras, em particular as mais pobres, não têm acesso aos medicamentos e tratamentos básicos.

Faça o download do powerpoint "Medicamentos" aqui, e conheça esta realidade abafada pelos grandes lobbies internacionais farmacêuticos, como ainda a forma de actuar para ajudar a mudar a situação.

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home