sexta-feira, fevereiro 8

Quénia: depois da crise de violência... a crise humanitária

Segundo a reportagem da BBC, agora que a crise política e de violência pelo país está a voltar ao normal, começa a dar-se conta da crise humanitária em que o pais mergulhou. São mais de 300 mil as pessoas refugiadas e deslocadas dentro do seu próprio país. Milhares terão mesmo atravessado a fronteira e ter-se-ão refugiado no país vizinho, o Uganda.
Entretanto, numa entrevista à BBC hoje, Kofi Annan confirma que não vê a possibilidade de a curto prazo se realizarem de novo eleições. Pelo menos enquanto a situação se manter assim instável. A solução poderá passar sim por um período mais longo de trabalho e o primeiro a fazer é talvez reeleger a própria comissão eleitoral queniana.

Ver entrevista da BBC aqui (em inglês).

Etiquetas: , , ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home