sexta-feira, fevereiro 8

Quénia: Kofi Annan diz que há progressos 2

Annan: "Grandes progressos nas negociações"

"Estamos a fazer grandes progressos. Conseguimos avançar bastante nas negociações. Os dois partidos concordam em dizer que é necessária uma solução politica para a crise. Espero que a próxima semana teremos ulteriores detalhes": disse Kofi Annan, ex secretario geral da ONU encarregado pela União Africana (UA) das negociações da crise queniana, ao terminar um encontro à porta fechada com o presidente Mwai Kibaki e o lider do principal partido da oposição (ODM) Raila Odinga. "Há optimismo" sublinhou Annan, dizendo no entanto que é ainda muito cedo para falar de governo de unidade nacional. Depois do encontro, Kibaki e Odinga encontraram-se separadamente com os dirigentes dos respectivos partidos. Falando à imprensa internacional, William Rutto, negociador pelo ODM, referiu por sua vez que os partidos tinham chegado a acordo sobre a intenção de formar um governo de unidade: "Concordámos finalmente que há um problema no país e que nenhum dos dois partidos pode andar para a frente por si só. Os detalhes sobre o novo governo, a divisão dos cargos e a data são ainda objecto de debate", disse William Rutto. Entretanto o governo revogou a decisão de proibir o direito a manifestações públicas, em vigor já desde o tempo da campanha eleitoral para as presidenciais do dia 27 de Dezembro, justificando a medida com a melhoria da situação de segurança no país.
Fonte: www.misna.org - 8/2/2008 - 20.01h

Veja aqui a reportagem da BBC sobre esta notícia (em inglês)

Etiquetas: , ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home