quarta-feira, fevereiro 27

Quénia: conversações interrompidas

Kofi Annan decidiu suspender o processo das conversações no Quénia.

Passado mais de um mês desde que começaram os esforços de mediação entre o governo queniano/Partido de Unidade Nacional (PNU) e a oposição do Movimento Democrático Laranja (ODM), há sinais de frustração considerável.
O ex-secretário das Nações Unidas disse que este não era "uma medida desesperada" mas um passo necessário depois de não ter havido progresso nas negociações nas passadas 48 horas.
Conversações entre os dois paineis, disse, revelaram-se muito dificeis e ele mesmo levaria agora os assuntos em discussão aos dois líderes principais, Presidente Mwai Kibaki e Raila Odinga.
Até agora, os dois grupos de quatro pessoas do painel têm vindo a negociar deferindo as decisões para os seus líderes, mas o processo tornou-se num plano de indecisões e de prevaricações.
"Agora, disse Kofi Annan, é tempo de os líderes serem envolvidos no processo."
Ele decidiu falar directamente com o presidente e o seu oponente na esperança que o processo "possa ser levado com maior rapidez a uma solução."
Este não é o fim do processo mas é um desenvolvimento muito sério que não auspicia bons resultados.

Fonte: BBC

Etiquetas: , , , ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home